São Paulo

Dicas sobre o que fazer em Ilhabela SP

Preparamos um artigo especial para falarmos sobre essa maravilhosa Ilha, a Ilhabela localizada no litoral norte de São Paulo.

Esperamos que você goste das dicas que preparamos aqui, sobre as cachoeiras, trilhas e locais para ficar.

E fica para um próximo artigo para falar de mais detalhes para quer casar em Ilhabela. Aguarde para ler!

CACHOEIRAS DE ILHABELA


Como afirmamos atualmente, junto com o lindo litoral, Ilhabela tem mais de 360 ​​quedas – “uma para cada dia do ano”, como os cidadãos gostam de afirmar. Abaixo está uma lista das cachoeiras mais eficazes em Ilhabela:

Cachoeira do Paquetá– da Praia do Curral, no sul da ilha. É uma queda de 3 níveis, onde no topo se forma uma piscina natural ignorando o mar.

Cachoeira do Veloso– Uma descida de cerca de 50m de altura em 3 níveis. Você pode chegar por uma trilha de pouco mais de 1 km, partindo do camping Outdoor do Sítio, no litoral de Veloso.

Cachoeira Três Tombos– Chamada Cachoeira da Pancada D’Água, no Parque Estadual de Ilhabela. Fica perto da Praia da Feitiçeira. O caminho percorre parte da Mata Atlântica, ainda bem protegida.

Cascata da Friagem– No norte da ilha, a partir da Praia do Viana, é um percurso de nível desafiante, que exige uma panorâmica. O outono das Cataratas da Friagem forma uma chuva, porém tem várias pedras inseguras.

Cachoeira do Gato– Fica na margem esquerda da Praia dos Castelhanos e também de fácil acesso. O banho não é recomendado devido ao deslizamento de rochas.

Cachoeira da Toca– Bem próximo ao local da balsa, de acesso muito simples e bem sinalizado, seguindo a rota da Praia dos Castelhanos. Está entre as áreas de veraneio mais procuradas em Ilhabela, com ducha natural de mais de 3m, escorregador natural de 50 metros, banheiros e uma “cachaçaria”, que é um bar que oferece cachaças caseiras. Para permanecer em área privativa, é cobrada uma taxa de R$ 20 (cerca de U$ 4) para entrar.

TREKKINGS EM ILHABELA

Abaixo está uma lista de algumas das rotas mais eficazes para fazer em Ilhabela:

Pico do Baepi– Dá uma visão de 360 ​​graus da ilha e é o pico mais popular de Ilhabela. O caminho é bem sinalizado e exige um grande trabalho de preparação física para chegar ao topo.

No caminho, você passa por 3 cachoeiras mais o Mirante do Saquinho. Demora 4h a 5h para chegar ao Bonete por trilha, então saia cedo.

Trilho das Cataratas da Água Branca– Encontra-se na entrada do caminho que leva à Praia dos Castelhanos. A trilha é leve, porém longa, chegando a 4km de extensão. Como existem 5 poços espalhados ao longo da trilha das Cataratas da Água Branca, você pode optar por fazê-lo parcialmente, escolhendo o número de poços que pretende ver.

ONDE FICAR EM ILHABELA


A ilha tem opções de hospedagem que vão do rústico ao mais glamouroso. Tem para todos os gostos assim como bolsos, basta escolher.

Ficamos hospedados na Vello, uma charmosa pousada localizada em uma fazenda histórica do início do século passado. Boa parte da estrutura do Vello é inicial e o local conta com piscina, um belo quintal bem arborizado e um córrego que atravessa o imóvel residencial. Apesar de ser um hotel extra-rústico, com áreas simples, descobrimos tudo confortável e realmente cativante, além de que a equipe foi excepcionalmente valiosa e amigável. A Velllo Pousada fica próxima à balsa, sentido Cachoeira da Toca – para consultar a tarifa do resort e também o horário, dê uma olhada aqui.

Se você está procurando algo mais glamoroso, dê uma olhada no DPNY Beach Resort and Health Club, a hospedagem mais luxuosa e famosa de Ilhabela.

Dê uma olhada em várias outras opções de hotéis em Ilhabela aqui!

BORRACHUDOS EM ILHABELA


Nem tudo nesta ilha ideal é um mar de rosas. No meio de cidadãos amigáveis ​​e paisagens selvagens excepcionais, você também encontrará um animal terrível capaz de sugar todo o seu sangue e não ter paciência: os flebotomíneos– ou borrachudos, em português.

Eles estão por toda parte, mas principalmente em um dos litorais mais desertos, e também são excruciantes. Não há repelentes que irão consertar, embora ajude, e também é assustador ver aquela pilha de grandes ataques brotando em seu corpo. Chegamos em Ilhabela com a ideia de “nossa, com certeza eu moraria uns dois meses embaixo convenientemente” e confiamos “enquanto esses flebotomíneos habitarem a ilha, eu não vou morar embaixo”. Verdade, prepare-se. Eles são muitos, bem como são intoleráveis.

Algumas ideias para se proteger de borrachudos em Ilhabela:

O repelente que funcionou melhor entre nós foi o “Extreme”. O repelente regional “Citroilha” também funcionou bem. No entanto, lembre-se de colocá-lo novamente a cada hora, portanto, sempre que você voltar da água do mar;
Entenda que é merda se você já ouviu a história de que tomar vitamina D mantém esses insetos afastados. Absolutamente nenhum uso; Eles só atacam durante o dia, com pico de manhã.

Leia também: Cachoeira da Amorosa – Conceição de Macabu RJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *